Categorias
Informativos

Livros na faixa

PROJETO LIVRO NA FAIXA COMPARTILHA LIVROS EM TERMINAIS DE ÔNIBUS

Obras serão trocadas gratuitamente em todas as regiões da cidade. Até janeiro, os 29 terminais deverão ganhar o projeto

Nesta quinta-feira, 27 de novembro, os cidadãos paulistanos ganharam uma opção de acesso gratuito à leitura: o Projeto Livro Na Faixa. A novidade é fruto de uma parceria entre as secretarias municipais de Transportes e da Cultura, por meio da SPTrans e da Coordenadoria Municipal de Bibliotecas, respectivamente.

O incentivo à leitura se dará pela troca de livros de literatura nacional ou estrangeira que estarão disponíveis em estantes instaladas em dez terminais de ônibus. De início, já estará disponível uma coleção com 3.500 livros, recebidos em doação. A previsão é que até janeiro de 2015, todos os 29 terminais municipais já contem com as prateleiras do projeto.

Durante o lançamento do Projeto, no Terminal Bandeira, na região central, o secretário municipal de Transportes, Jilmar Tatto, ressaltou que a troca de livros permite que a cultura chegue a mais pessoas. “Essa iniciativa é fundamental para o livro circular dentro do sistema de transportes. Se um livro está em casa guardado pode colocar aqui na estante e pegar outro” afirmou.


Passageiros de dez terminais podem escolher seus livros no primeiro dia do projeto

O trânsito dos livros

A ideia é que as obras tenham rotatividade criando um grande círculo de leitura. Os leitores poderão apanhar os livros, sem a obrigação de devolver, mas serão incentivados a repassar e, depois de ler, doar novos títulos. Todas as pessoas poderão levar para casa a obra que mais gostar, sem precisar de qualquer cadastro ou carteirinha.


Primeira leva de livros se esgotou rapidamente no primeiro dia

Já no primeiro dia, a iniciativa se mostrou um sucesso. No Terminal Bandeira, a primeira leva praticamente se esgotou em cerca de quinze minutos. Durante o evento, o secretário entregou o primeiro livro ao estudante Bruno Morais Maia, que fez questão de ser um dos primeiros a chegar e elogiou a iniciativa. “É muito interessante, porque é difícil ver projetos como esses. Ao trocar os livros, as pessoas fazem uma boa ação”, disse.


O secretário Jilmar Tatto entregou a primeira obra do Livro na Faixa

A devolução do livro pode ser feita em qualquer dos terminais que integram o projeto. Para doar é muito fácil: basta levar o livro (literatura nacional ou estrangeira) até uma das estantes ou entrar em contato com o departamento responsável pelo projeto [email protected] Não é necessário que o título seja novo, basta estar em boa condição de leitura.

O Livro na Faixa conta com a participação de vários parceiros como o SPUrbanuss, a livraria Rede Leitura, a distribuidora Casa dos Livros e as empresas operadoras do sistema de transporte coletivo Ambiental, VIP Leste, MobiBrasil, Cidade Dutra, Transkuba, Gatusa, Gato Preto, Santa Brígida e Transpass.

Fonte: Sptrans

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *